Destaque da semana (25 a 31 de maio)

Lista de Aprovados na Prova de Título em Nefrologia e Nefrologia Pediátrica 2019 – Saiba mais

Blog Científico da SBN está repleto de novidades – Saiba mais

CLIPPING DO SETOR 

Justiça arquiva denúncia de contaminação na hemodiálise do HC – Acompanhando parecer do Ministério Público (MP), a Justiça de Botucatu (100 quilômetros de Bauru) determinou o arquivamento do caso envolvendo a presença de ácido peracéticona água que seria utilizada no último dia 16 de março nas sessões de hemodiálise de 100 pacientes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB). No dia 10 de abril, a Polícia Civil já havia afastado a possibilidade de sabotagem no setor de hemodiálise. Após investigações, o delegado Geraldo Franco Pires, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), informou que uma manipulação equivocada do produto químico por dois profissionais, que não tiveram os nomes revelados, resultou na contaminação. Saiba mais

Santa Casa de Guaxupé confirma contaminação no setor de hemodiálise – A Santa Casa de Guaxupé (MG) confirmou uma contaminação no setor de hemodiálise. Segundo o Centro Regional de Hemodiálise da Santa Casa, após as sessões, os pacientes têm sofrido com reações, como febre, dor de cabeça, vômito, cansaço, além de tremores. Saiba mais

Estado repassa R$ 1,3 milhão para bancar despesas médicas em Aquidauana – O Governo do Estado vai repassar recursos da ordem de R$ 6,3 milhões divididos em nove parcelas a oito municípios de Mato Grosso do Sul, com o objetivo de possibilitar a ampliação de diversos serviços, como cirurgias nas áreas de oftalmologia e ortopedia, psiquiatria, hemodiálise e outros. A primeira parcela foi paga neste mês. Saiba mais

Hospital São Rafael promove evento gratuito sobre doença renal crônica – O Hospital São Rafael vai promover um evento, no dia 7 de junho, para discutir as consequências da doença renal crônica (DRC) associada ao distúrbio mineral e ósseo (DMO). As inscrições são gratuitas e estão abertas para médicos e estudantes. Segundo o nefrologista e coordenador do curso, Marcelo Silveira, a doença renal crônica atinge cerca de 10 milhões de brasileiros, sendo o maior desafio no tratamento a prevenção de perda óssea e de fraturas, em decorrência da hemodiálise. “Portanto, no evento, especificamente, discutiremos os desafios e perspectivas dessa doença, uma vez que a DMO é caracterizada por anormalidades bioquímicas em cálcio, fósforo, paratormônio (PTH), vitamina D e fator de crescimento de fibroblasto-23 (FGF-23), em alterações em mineralização e crescimento ósseo, além da calcificação extraesquelética”, detalha o médico. Saiba mais